Make your own free website on Tripod.com
FIFA World Cup
Curiosidades da Copa do Mundo de 1930.
Home
Contatos e Links
A Seleção Brasileira
FIFA - A Entidade Máxima do Futebol
As Copas do Mundo
A História das Copas do Mundo
Recordes e Curiosidades do Mundo do Futebol
Ranking Oficial da Copa do Mundo da FIFA 1930-2014
As Taças Mais Cobiçadas do Mundo
Melhor Jogador do Mundo da FIFA
Melhor Jogadora do Mundo da FIFA
As Musas do Futebol
Outras Competições Internacionais
Os Maiores e Melhores Estádios do Mundo

  • O Uruguai campeão em 1930 era bicampeão olímpico de futebol (1924 e 1928) e tinha uniformes de cor azul celeste, por isso até hoje é chamado de "Celeste Olímpica"
  • A Copa só saiu do papel quando a Associação Uruguaia de Futebol se comprometeu a pagar as despesas e dividir o lucro com os demais participantes.
  • Apenas quatro equipes européias aceitaram o convite, França, Bélgica, Romênia e Iugoslávia, pois significava quinze dias pra ir, quinze pra voltar de navio e mais quinze de disputa.
  • As Federações profissionais alegavam que tanto tempo fora alegaria prejuízos aos campeonatos. As amadoras afirmavam que seus jogadores não podiam se ausentar do trabalho por mais de um mês.
  • Quando a imprensa elegeu o time combinado perfeito do Mundial de 30, apenas um brasileiro entrou para a lista: Fausto. Outros dois países tiveram um jogador cada escolhidos, Iugoslávia e França. Os outros jogadores estavam divididos entre uruguaios e argentinos.
  • O primeiro jogador a perder um pênalti em Copas do Mundo foi o chileno Carlos Vidal. Ele desperdiçou a cobrança aos 35 minutos do primeiro tempo no jogo entre Chile e França, no Mundial de 1930.
  • João Coelho Neto, o Preguinho, marcou o primeiro gol do Brasil em Copa do Mundo. Foi na derrota de 2 a 1 para a Iugoslávia. Ele era filho do escritor Coelho Neto e também praticava natação, vôlei e atletismo. Ele foi o artilheiro brasileiro na competição, marcando três gols em duas partidas. Além de Preguinho, Veloso foi o primeiro goleiro a defender um pênalti em mundiais, esse no segundo jogo do Brasil, contra a Bolívia, que terminou com vitória brasileira por 4 a 0.
  • Em entrevista a um jornal uruguaio após a Copa, o presidente da FIFA, Jules Rimet, disse que o mundial seguinte seria realizado somente em 1938 e que o Uruguai seria campeão do mundo por oito anos.
  • Com receio de problemas entre a torcida local e os milhares de argentinos que atravessariam o rio da Prata para ver a final, a polícia de Montevidéu destacou 10 mil homens para realizar a segurança.
  • O capitão da seleção francesa, Villaplane, foi acusado de colaborar com a Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial e fuzilado em 1945.
  • O centroavante argentino Manuel Ferreyra não pôde defender sua seleção no jogo contra o México porque tinha, na mesma hora, prova da faculdade. Em seu lugar entrou Guillermo Stábile, que fez três gols, ganhou a posição e terminou como artilheiro da Copa. Ferreyra reconquistou um lugar entre os titulares, mas teve de ser deslocado para a ponta direita.  
  • Nas semifinais contra a Argentina, o médico dos Estados Unidos invadiu o gramado para protestar contra uma marcação do árbitro. Sem querer, derrubou sua sacola, quebrando uma garrafa de clorofórmio. O norte-americano foi coberto pela fumaça e teve de receber atendimento.
  • O atacante uruguaio Castro não tinha a mão direita. Por isso, recebeu o apelido de “El Manco”. Ele marcou, contra o Peru, o primeiro gol do Estádio Centenário e ainda fez o quarto, e último do Uruguai na final contra a Argentina.
  • Na véspera da final, Carlos Gardel, maior nome do tango, visitou a concentração da Argentina. Porém, ele também foi cumprimentar os jogadores uruguaios, o que irritou os compatriotas, que consideravam o cantor patrimônio nacional. Mas se esqueceram que Gardel viveu parte da infância no Uruguai (os uruguaios, inclusive, afirmam que ele teria nascido no país).
  • Antes do jogo entre Uruguai e Romênia, os jogadores de linha entraram em campo segurando cartazes com as letras para formar a frase "Viva, Uruguay!" mas por falta de jogadores o que se leu era "Viva Urugay!"
  • No momento em que o uruguaio Anselmo marcou contra os romenos, os massagistas atendiam um jogador em campo.
  • A seleção romena foi escalada pelo rei Carol I, um fã de futebol, que lhes deu três meses de descanso e garantia de seus empregos na volta para casa.
  • O primeiro expulso em copas foi De Las Casas do Peru no jogo contra os romenos.
  • A seleção norte-americana jogou reforçada por vários ingleses, já que a Inglaterra se desvinculara da FIFA por não concordar com o profissionalismo do futebol.
  • Na final da Copa, a FIFA teve de intervir pois argentinos e uruguaios queriam usar sua própria bola. Ficou decidio que se jogaria o primeiro tempo com a bola argentina e o segundo com a uruguaia menor e mais leve. Em tempo, o primeiro tempo terminou Argentina 2x1 Uruguai e o segundo Uruguai 4x2 Argentina.

volta à página inicial